O que é LGPD? Entenda como ela inovará o marketing digital

O principal objetivo da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é devolver às pessoas o controle sobre seus dados. Por isso, é fundamental que empresas e profissionais de marketing saibam o que é LGPD e quais são seus impactos.

Isso porque é importante se preparar para fazer as adequações necessárias e evitar punições e prejuízos.

Especialistas em marketing digital, preparamos esse artigo completo sobre a lei, que já está em vigor desde o ano passado.

Leia também:
O que são gatilhos mentais e como usá-los no marketing digital?
Marketing digital após a COVID-19: entenda o cenário e prepare seu negócio

Saiba o que é LGPD

Como o nome diz, ela visa proteger informações pessoais dos cidadãos e garantir um uso consciente e responsável por parte dos estabelecimentos. Dessa forma, baseada no consentimento, a Lei torna todos os processos mais transparentes.

A versão brasileira se inspirou na europeia, a GDPR (General Data Protection Regulation, ou Regulamento Geral de Proteção de Dados). Válida desde 2018, ela exige que negócios atuantes na União Europeia cumpram certas condutas de uso de dados de terceiros.

No Brasil, já existiam algumas portarias e normas que abriam caminhos para a LGPD. No entanto, ainda faltava linearidade, já que muitas delas não conversavam entre si ou apresentavam ideias opostas.

É claro que resoluções que influenciam a obtenção e o tratamento de fatores sobre o público afetam diretamente estratégias de marketing digital. Abaixo, vamos falar mais sobre isso.

LGPD e marketing digital: o que muda?

Em primeiro lugar, entender o que é LGPD também quer dizer repensar planejamentos, pois hoje as condições talvez sejam outras. Isso porque, para a maioria das ações online, é necessário conhecer e alcançar a audiência para se relacionar com ela.

Na prática, dados pessoais são usados como moedas de troca. Por exemplo, você oferece um material rico ou o acesso a um serviço e o usuário disponibiliza meios de contato. O maior problema desse enredo é que antes não havia um controle para a “economia digital”.

Agora, ao preencher um cadastro para receber conteúdos, o cliente deve autorizar o uso dessas informações. Assim, a proteção de acesso, de tratamento e de utilização, privacidade e segurança ficam sob os cuidados da Lei.

Além disso, algumas das áreas mais impactadas pela LGPD são o inbound e o marketing de conteúdo. Afinal, elas demandam o compartilhamento de alguns dados para identificar, desenvolver e colocar em prática as próximas etapas.

Então, seja criativo para pedir a autorização do consumidor. Para isso, comunique-se com clareza e explique por que e para que precisa de cada resposta solicitada.

Com isso, você garante um relacionamento transparente e sem violações de segurança ou privacidade. Isso porque falar de maneira simples e compreensível cria uma proximidade maior com o público.

Para te ajudar na adaptação à nova realidade, listamos mais 4 dicas. Veja só:

Colete apenas o que for necessário

Um dos maiores pilares do marketing tem relação com o recolhimento de dados da audiência. No entanto, a LGPD não impede seu uso para ações comerciais, mas exige o consentimento do usuário durante o preenchimento.

Dessa forma, você deve trabalhar com mais transparência com os clientes e obter sua aprovação pelo “concordo com os termos”.

Por isso, para definir as ações de marketing, foque no que realmente importa e peça só o que será usado. Além disso, explique o que será feito com cada material a partir dali.

Garanta privacidade

Outro ponto relevante sobre o que é LGPD é a violação da privacidade das informações.

Segundo a nova legislação, a atenção e o cuidado com o armazenamento são indispensáveis para evitar divulgações indevidas. Então, busque profissionais especializados, que dominem o assunto, para se proteger contra prejuízos e punições.

Facilite a saída

Com essa lei, retirar o consentimento precisa ser tão fácil quanto dá-lo. Assim, é importante deixar claro para o usuário que ele tem o direito de se retirar quando quiser e como fazer isso.

Mais uma vez: a clareza na comunicação é fundamental.

Por exemplo, simplifique o cancelamento de assinaturas de uma lista de e-mails. Inclusive, aposte em botões intuitivos e visuais para que o cliente consiga encontrá-los sem dificuldade. 

Aposte nos cookies

Estes indicadores podem ser coletados a partir do navegador ou dispositivo que acessou a página. Além disso, ajudam a medir audiência, gerar estatísticas e acompanhar as métricas, sendo bons aliados da sua estratégia.

Por fim, dedique-se a entender o novo cenário da LGPD para seu negócio. Afinal, cada um tem suas características e deverá fazer suas respectivas adequações. Se precisar, busque orientação.

A Agência Narro te ajuda a definir a melhor estratégia para sua empresa

Agora que você sabe o que é LGPD, aposte em novas táticas e ideias para alavancar sua marca no mercado.

Para isso, conte com a nossa equipe. Há mais de 15 anos no mercado, temos a expertise necessária para desenvolver o melhor planejamento para você.

Saiba mais sobre o nosso trabalho e agende uma conversa com a gente.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.